sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Saudades de Noel Rosa

Para muitos, Noel Rosa está entre os cinco compositores mais importantes da história do Brasil.

A sua vida breve - morreu aos 26 anos - não foi empecilho para ele compor mais de 250 canções, entre elas clássicos como "Feitiço da Vila", "Palpite Infeliz", "Feitio de Oração", "Fita Amarela", "As Pastorinhas", "O X do Problema", Último Desejo", "Com quem Roupa" e "Conversa de Botequim".

Clique Aqui para ler a matéria sobre Noel Rosa publicada em 2010 na "Revista de História"

Clique Aqui e veja o release sobre o disco de Noel na coleção "Raízes da Música Popular Brasileira", do jornal Folha de S.Paulo

Clique Aqui e veja matéria do jornalista Pedro Alexandre Sanches sobre o centenário do músico

Abaixo você encontra cinco vídeos que ajudarão a conhecer um pouco sobre a vida e a obra de Noel Rosa.

O primeiro é o documentário "A Alma Roqueira de Noel", com o titã Paulo Miklos, no qual mostra bastidores e ensaios do show que o cantor fez em homenagem a Noel.

O segundo é o documentário "Isto é Noel", dirigido por Rogério Sganzerla sobre a vida do compositor, lançado em 1990.

O terceiro vídeo é a íntegra do filme "Noel - O Poeta da Vila", de 2006, estrelado por Rafael Raposo e Camila Pitanga.

O quarto vídeo traz na íntegra o DVD "Noel Rosa 100 Anos", com o saxofonista Mauro Senise e o pianista Gilson Peranzzetta.

O último vídeo é a íntegra do CD "Raízes da Música Popular Brasileira", lançado pelo jornal Folha de S.Paulo, com canções interpretadas por Sílvio Caldas, Aracy de Almeida, João Nogueira, entre outros










quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Saudades de Tom Jobim

O dia 8 de dezembro será sempre lembrado como a data em que o Brasil perdeu um dos seus mais importantes músicos: Tom Jobim, que nasceu em 25 de janeiro de 1927.

Jobim morreu aos 67 anos, vítima de uma parada cardíaca causada por uma embolia pulmonar, na cidade de Nova York, nos Estados Unidos. Seu corpo foi enterrado no cemitério São João Batista, na cidade do Rio de Janeiro.

O compositor, maestro, pianista, cantor e arranjador é sem dúvida o músico brasileiro mais conhecido e respeitado fora do país.

Ao lado de vários parceiros - Vinicius de Moraes, Chico Buarque, Newton Mendonça, Aloysio de Oliveira etc-, Jobim escreveu clássicos da mpb como "Garota de Ipanema", "Desafinado", "Chega de Saudade", "Corcovado", "Insensatez", "Água de Beber", "Retrato em Branco e Preto", "Águas de Março", "Wave", "Só Danço Samba", entre outros.

Abaixo você encontra seis vídeos que retratam bem a vida e a obra de Jobim.

O primeiro traz um show do cantor no festival de jazz do Canadá, em 1986.

O segundo traz o tributo a Jobim realizado em São Paulo, em 1993, com a participação de Herbie Hancock, Shirley Horn, Gonzalo Rubalcaba, entre outros.

O terceiro traz outro tributo, desta vez realizado na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, em 1995, com participação de Gal Costa, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, entre outros.

O quarto vídeo traz na íntegra a entrevista de Jobim no programa "Roda Viva", em 1993.

O quinto vídeo é o documentário "A Música Segundo Tom Jobim", com várias apresentações de Jobim e de outros artistas interpretando as composições do maestro, entre eles Oscar Peterson, Ella Fizgerald e Elis Regina.

O sexto vídeo traz na íntegra o disco "Elis & Tom", lançado em 1974, no qual está o antológico dueto de "Águas de Março".

O sétimo vídeo traz o especial de Roberto Carlos e Caetano Veloso interpretando apenas obras de Tom Jobim.

O último vídeo traz na íntegra o disco que Jobim gravou ao lado de Frank Sinatra, em 1967, com os arranjos de Claus Orgeman.















terça-feira, 18 de agosto de 2015

Quarteto Metropole

O quarteto Metropole - formado por Zé Godoy (piano), Gabriel Santiago (violão e voz), Sidiel Vieira (baixo) e Thiago Rabello (bateria) - é mais um daqueles tesouros muito bem escondidos da música brasileira.

Sem espaço na grande mídia, a música instrumental brasileira continua restrita a um pequeno grupo de ouvintes. Felizmente, a internet tem ajudado a mudar esse cenário. Hoje, a tecnologia tem feito a ponte entre músicos e ouvintes. O CD - que reinou durante a década de 1990 - perdeu seu lugar para as novas mídias. Sites como o Soundcloud, Bandcamp, Twitter, Facebook e Youtube são usados pelos músicos para divulgar suas composições e interagir com o público.

Ao ouvir o quarteto, você terá a certeza que a música instrumental brasileira não e consumida em grande escala simplesmente porque não é divulgada nos principais veículos de comunicação do país, em especial a TV aberta.

No player abaixo você encontrará cinco músicas do disco de estreia do quarteto. Boa audição.



Clique nos links abaixo para saber um pouco mais sobre cada um dos músicos.

Thiago Rabello

Zé Godoy

Gabriel Santiago

Sidiel Vieira

terça-feira, 23 de junho de 2015

Saudade de Grover Washington Jr. & Eric Gale

Pesquisando para escrever um texto sobre o guitarrista Eric Gale, encontrei dois shows na íntegra nos quais o músico participa. Um é ao lado do saxofonista Grover Washington Jr., gravado em 1981, e o outro com o grupo Stuff, gravado em 1976.

Os dois são representantes do jazz quando flertava com o rhythm in blues e a música soul. Ao ouvir Grover, você perceberá que o músico é um dos principais elos entre o fusion - que reinou durante os anos de 1970 - e o smooth jazz - que apareceu durante a década de 80. Escute John Tesh, David Koz e Kenny G e "descubra" de onde eles tiraram inspiração para suas carreiras.

Os vídeos são registros históricos que mostram os saudosos Grover e Eric em grande forma. Ambos morreram precocemente. Grover aos 56 anos e Eric aos 55 anos.




segunda-feira, 18 de maio de 2015

19º JJA Jazz Awards - 2015

A Jazz Journalists Association - associação que reúne jornalista especializados em jazz de todo o mundo - divulgou a lista do vencedores do 19º JJA Jazz Awards. O tradicional prêmio é um ótimo termômetro para saber como está atualmente a cena de jazz.


Clique aqui para conhecer todos os vencedores na categoria "Melhor Disco"



Lifetime Achievement in Jazz:
Randy Weston

Músico do ano:
Jason Moran

Revelação do ano:
Cecile McLorin Salvant

Compositor do ano:
Wadada Leo Smith

Arranjador do ano:
Maria Schneider

Disco do ano:
Kenny Barron & Dave Holland - The Art of Conversation (Impulse!)

Disco histórico do ano:
Miles Davis Bootleg Series Vol. 3 - Miles at the Fillmore (Columbia-Legacy)

Gravadora do ano:
Motéma Music

Cantor do ano:
Gregory Porter

Cantora do ano:
Cecile McLorin Salvant

Orquestra do ano:
Arturo O'Farrill Afro Latin Jazz Orchestra

Quarto ou quinteto do ano:
Wayne Shorter Quartet

Dupla ou trio do ano:
Kenny Barron and Dave Holland

Trompetista do ano:
Ambrose Akinmusire

Trombonista do ano:
Steve Turre

Saxofonista do ano:
Anat Cohen

Saxofonista alto do ano:
Miguel Zenon

Saxofonista tenor do ano
Chris Potter

Saxofonista barítono do ano:
Gary Smulyan

Saxofonista soprano do ano:
Jane Ira Bloom

Flautista do ano:
Nicole Mitchell

Clarinetista do ano:
Anat Cohen

Guitarista do ano:
Mary Halvorson

Pianista do ano:
Kenny Barron

Tecladista do ano:
Chick Corea

Baxista do ano:
Christian McBride

Violinista do ano:
Regina Carter

Percussionista do ano:
Pedrito Martinez

Vibrafonista do ano:
Warren Wolf

Baterista do ano:
Brian Blade

Músico de instrumento raro no jazz do ano:
Edmar Castaneda, harpa

quinta-feira, 30 de abril de 2015

International Jazz Day 2015

A quarta edição do International Jazz Day aconteceu no dia 30 de abril, em Paris, na França.

Entre os músicos que participaram do concerto estão Herbie Hancock, Marcus Miller, Al Jarreau, Lee Ritenour, Wayner Shorter, Hugh Masekela, Dianne Reeves, Dee Dee Bridgewater, Annie Lennox e Terri Lyne Carrington.

Durante a cerimônia, Hancock disse que a edição de 2016 acontecerá dentro da Casa Branca, nos EUA, sede do governo, em Washington, com o presidente Barack Obama como anfitrião.

Assista abaixo a íntegra do concerto:





Veja também os concertos de 2014 (Osaka-Japão), 2013 (Istambul-Turquia) e 2012 (Paris-França)





segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Whiplash - Trilha Sonora

Andrew Neiman (Miles Teller) é um jovem, ambicioso e promissor baterista de jazz, cujo único objetivo na vida é chegar ao topo do seu conservatório de música de elite na costa leste dos EUA.

Atormentado pela carreira fracassada do pai como escritor, Andrew anseia dia e noite por se equiparar aos grandes gênios da música, em especial Buddy Rich.

Terence Fletcher (J. K. Simmons), um professor reconhecido tanto por sua capacidade como instrutor quanto por seus métodos terríveis, é o regente da melhor banda de jazz da escola. Fletcher descobre Andrew e transfere o aspirante a baterista para a sua banda, mudando para sempre a vida do rapaz.

A paixão de Andrew por atingir a perfeição rapidamente se converte em uma obsessão, enquanto seu professor implacável continua a pressioná-lo ao limite da sua capacidade - e da sua sanidade -, mesmo que para isso seja necessário provocar a dor e a humilhação.

Escute abaixo - na íntegra - a trilha sonora do filme:



Veja a seguir o filme na íntegra:

Whiplash: Em Busca da Perfeição Dublado PT from Cleiton Dos Santos on Vimeo.

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Grammy 2015 - Os vencedores

Veja abaixo os vencedores na categoria jazz do Grammy 2015, divulgado no dia 8 de fevereiro de 2015.

BEST IMPROVISED JAZZ SOLO

Chick Corea, soloist
Track from: Trilogy (Chick Corea Trio)
Label: Concord Jazz

BEST JAZZ VOCAL ALBUM

Beautiful Life
Dianne Reeves
Label: Concord Records

BEST JAZZ INSTRUMENTAL ALBUM

Trilogy
Chick Corea Trio
Label: Concord Jazz

BEST LARGE JAZZ ENSEMBLE ALBUM

Life In The Bubble
Gordon Goodwin's Big Phat Band
Label: Telarc International

BEST LATIN JAZZ ALBUM

The Offense Of The Drum
Arturo O'Farrill & The Afro Latin Jazz Orchestra
Label: Motema

BEST TRADITIONAL POP VOCAL ALBUM

Cheek To Cheek
Tony Bennett & Lady Gaga
Label: Streamline/Columbia/RPM/Interscope

Veja aqui todos os vencedores do Grammy de Jazz de melhor disco

Veja aqui todos os vencedores do Grammy de Jazz de melhor disco vocal

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Blue Note At 75

Para comemora os 75 anos da gravadora Blue Note, em 2014, um concerto no suntuoso The Kennedy Center, em Washington (EUA) foi realizado no dia 11 de maio de 2014. Entre os músicos que se apresentaram estão Norah Jones, Jason Moran, Wayne Shorter, McCoy Tyner, Bobby Hutcherson, Dianne Reeves e Joe Lovano.

Abaixo você encontra quatro apresentações desta mágica e inesquecível noite. Além disso, você verá um vídeo sobre a turnê que reuniu talentos da gravadora para comemorar o aniversário da gravadora e um bate-papo sobre a gravadora com o saxofonista Lou Donaldson, o produtor Michael Cuscuna e o pianista Jason Moran. DIVIRTA-SE



Clique aqui para ouvir 1 hora do show. Abaixo está o setlist deste áudio.

Robert Glasper & Jason Moran, "Boogie Woogie Stomp" (Glasper, piano; Moran, piano)

Bobby Hutcherson & McCoy Tyner, "Fly With The Wind" (Hutcherson, vibraphone; Tyner, piano)

Dianne Reeves, "Stormy Weather" (Reeves, voice; Terence Blanchard, trumpet; Peter Martin, piano; Derrick Hodge, bass; Kendrick Scott, drums)

Joe Lovano, "Fort Worth" (Lovano, tenor saxophone; Lionel Loueke, guitar; Fabian Almazan, piano; Derrick Hodge, bass; Kendrick Scott, drums)

Norah Jones, "I've Got To See You Again" (Jones, voice; Wayne Shorter, saxophone; Jason Moran, piano; John Patitucci, bass; Brian Blade, drums)

Lou Donaldson feat. Dr. Lonnie Smith, "Alligator Boogaloo" (Donaldson, alto saxophone; Smith, organ; Lionel Loueke, guitar; Kendrick Scott, drums)

Lou Donaldson feat. Dr. Lonnie Smith, "Blues Walk" (Donaldson, alto saxophone; Smith, organ; Lionel Loueke, guitar; Kendrick Scott, drums)